Blog sobre gravidez, maternidade e família.

10 dicas para ser craque no banho do bebê

Posted by on out 27, 2014 in Bebê, Destaques, Produtos para o bebê, Publieditoriais | Comentários

10 dicas para ser craque no banho do bebê

Existe um medo comum nas mães de recém-nascido: se atrapalhar e afogar o bebê na banheira. Eu mesma achava que não era capaz de dar um banho na minha filha, mas brinco que “sofri” uma atualização de software no parto e todos os medos e receios foram embora com a placenta (e olha que a primeira foi cesárea… rsrs).

Meses antes de a Bruna nascer eu mal conseguia segurar a bebê de uma amiga no colo. No curso de pais grávidos, falava que não daria conta de dar banho e dizia para o meu marido aprender tudo direitinho. Mas, na maternidade, foi só a enfermeira chegar no quarto para ensinar que eu já fui toda feliz fazer.

Quando não se tem filhos ou mesmo quando ainda se está grávida, é super comum esse tipo de medo. E ele nem sempre desaparece ao longo das semanas. Já vi mães que começaram a dar banho no bebê só depois que ele já tinha alguns meses, quando já estava mais “durinho”. Na minha casa, o primeiro banho da Bruna quem deu foi a minha sogra. Ela estava doida para fazer isso e eu fiz questão. Preparamos tudo e, quando coloquei a Bruna na água, adivinha?! Ela fez um megaaaaa cocô! Conclusão: tira a criança correndo, enrola, troca a água, entrega pra sogra e pede: “Vai, dá o banho rápido aí por favor!” Hahaha

Para vocês não sofrerem muito nas primeiras tentativas, preparei 10 passos para um banho de sucesso! Vamos lá?

Read More

Os exageros das festas infantis: a realização de sonhos das crianças ou dos pais?

Posted by on out 24, 2014 in Decoração, Desabafos e relatos, Destaques, Faça Você Mesmo, Festa | Comentários

Os exageros das festas infantis: a realização de sonhos das crianças ou dos pais?

Outro dia fiquei me perguntando quando foi que a festa infantil se perdeu. Teatros que custam 4 dígitos, decoração com 5 dígitos, buffets com serviços inclusos caríssimos. Eu entendo que quanto mais especializado e profissional o serviço, mais caro ele custa. E não acho errado. As empresas oferecem serviços e quem pode, paga por eles. Cada um com seu bolso. Eu nem pesquisei pois não é a linha de coisas que procuro, que gosto e que cabe no meu bolso.

O que eu acho mais estranho é que algumas famílias encaram as festas de aniversário como antes acontecia a festa de debutante. Vídeos de retrospectiva, mesas enormes com arranjos florais dignos de casamento, entre outras atrações. Até chinelos personalizados para as crianças. Pra quê? Até onde eu me lembro os chinelos surgiram nos casamentos para que as mulheres se livrassem dos saltos com a aprovação da noiva, e aproveitassem até o fim a festa tão idealizada, sonhada e única na vida de uma mulher (ideologia, ta?). Pra que uma criança vai dar um chinelo com o nome dela pra amiga? Não é um tanto estranho?

O negócio hoje em dia é: realizar sonhos. Mas perai: as crianças tem sonhos desse tamanho ou é uma realização dos pais? O que faltou para esses pais na infância deles, que precisa dar tanto para os filhos? 

Read More

A menina da cidade grande em: O ovo e a galinha

Posted by on out 22, 2014 in Destaques, Infância, Viagem | Comentários

A menina da cidade grande em: O ovo e a galinha

As crianças que nascem e crescem na cidades grandes tem menos oportunidades de aproveitar as coisas simples da vida. O mais prático é brincar no playground do prédio, assistir a desenhos no tablet, e viver uma rotina cercada de concreto e coisas materiais.

Para quem mora no interior ou no campo, ver uma vaca na rua ou em um terreno não é um evento, mas ver um avião cruzando o céu, é.

Para a minha filha, ver uma vaca ou galinha é um acontecimento especial. Aqui onde moramos, se eu quiser que ela tenha contato com animais de fazenda, preciso levá-la a mini-zoológicos e “Fazendinhas”, comuns na região. Felizmente não dependo somente desses lugares para que ela os conheça.

No último final de semana fomos para o sítio da minha avó e minha tia a levou para ver as galinhas e pegar os ovos. Foi a coisa mais fofa do mundo!

Read More

Um outro olhar e a inclusão

Posted by on out 17, 2014 in Destaques, Infância, Vídeos | Comentários

Um outro olhar e a inclusão
Crianças são crianças, independente do sexo, da raça, do número de cromossomos ou da classificação diagnóstica dada para alguns distúrbios.
Há alguns dias fomos convidadas pelo Projeto Outro Olhar do Instituto Alana a participar de uma manhã de inclusão e gravação de um vídeo para o Dia das Crianças no Mamusca. Nele, crianças com e sem síndrome de Down mostrariam como o convívio é natural. Ficamos muito honradas com o convite e felizes de participar de um trabalho do Projeto.O vídeo ficou lindo, e apesar de termos chegado um pouco tarde, a Clarinha aprece um pouquinho brincando. A Bru infelizmente não, pois ficou a maior parte brincando na areia, apesar de ter interagido muito mais que a Lala.

Read More

Os sonhos que entram e saem do papel

Posted by on out 15, 2014 in Destaques, Infância, Publieditoriais, Vídeos | Comentários

Os sonhos que entram e saem do papel

Mesmo com tanta tecnologia eu não consigo pensar em um projeto, uma ideia e uma futura realização sem rabiscar em um pedaço de papel.

Engraçado que com o meu marido e com outras pessoas próximas acontece a mesma coisa. Nos poucos dias que ele trabalha em casa, vejo o Breno sempre com um papel na mão, rascunhando ideias, desenvolvendo projetos e anotando números. Aliás, ele não se senta sem a folha ao lado do computador!

Já com as crianças o papel é ainda mais presente. Todas aquelas atividades da escola, desenhos, “rabiscos” e tentativas de expressar o que mais gostam estão sempre registradas nele.

Read More

Quando a mãe fica doente…

Posted by on out 14, 2014 in Desabafos e relatos, Destaques, Mãe e Mulher, Saúde | Comentários

Quando a mãe fica doente…

A mãe não deseja nunca que seus filhos fiquem doentes. Deseja pra si toda febre, dor no corpo, tosse, coriza, mas não suporta ver seus filhos fracos e sem energia. Aqueles gritos e pulos sobre o sofá já fazem falta.

Um belo dia a mãe fica doente e pensa: Mas eu não posso ficar doente, eu preciso cuidar deles. Tenho que ser forte, dar conta de tudo, trabalhar, responder e-mails, ir ao correio, postar as encomendas no prazo. Passar no PS pra quê? O médico vai achar que eu fui lá a toa. É só uma dorzinha de garganta. Febre. Dor no corpo. Cabeça pesada. Manda mensagem pra mãe vir de Minas cuidar dela. Começa a auto-medicação.

Read More

Presentes para gêmeos… Pode comprar só um ou não?

Posted by on out 8, 2014 in Destaques, Mãe de 2 | Comentários

Presentes para gêmeos… Pode comprar só um ou não?

Quando as crianças são convidadas para aniversários de gêmeos sempre bate aquele leve desespero: “Ai, será que compro dois presentes? E meu bolso? E se somente um deles for o coleguinha da escola? E se forem TRIgêmeos?”

Acho que tudo depende da intimidade que você tem com a família.

Se for uma lembrancinha para um colega da escola, eu prefiro comprar um presentinho mais simples para cada um. Conhecendo melhor a família vocês podem pensar em um presente melhor para os dois ou ainda em juntar com outra pessoa para dar um presente. 

Read More