Blog sobre gravidez, maternidade e família.

2 anos: hora de colocar as irmãs no mesmo quarto

Posted by on jan 30, 2015 in Decoração, Desabafos e relatos, Destaques, Maternidade, Rotina de mãe | Comentários

2 anos: hora de colocar as irmãs no mesmo quarto

Quando fiquei grávida da Clara, fiquei em dúvida se colocaria as meninas no mesmo quarto ou não, mas como a Bruna dormia super bem, eu não quis que o choro do bebê madrugadas a fora incomodasse e a acordasse. Decidimos então desativar o quarto de visitas.

Aos 2 anos da Bru fizemos a transição do berço para a cama, como contei aqui. Na época optamos por uma cama alta e super divertida (apesar de a cama dar mais trabalho para dormir) e ela logo se acostumou com a escadinha  e abriu mão do berço para o quarto da irmã sem nem ver.

Read More

14 semanas de gestação – que venha o segundo trimestre

Posted by on jan 27, 2015 in Bebê, Destaques, Diário de uma gravidez, Gravidez | Comentários

14 semanas de gestação – que venha o segundo trimestre

Uma gravidez, duas gravidez, três gravidez. A contagem dos dias na primeira é precisa. Se te perguntarem além das semanas e dias, as horas e minutos você sabe na ponta da língua. Aí vem a segunda gravidez, e você já arredonda as semanas. Quando chega a terceira você chega a perder as contas.

Não sei se acontece com a maioria ou se o problema é comigo e com o acumulo de funções e compromissos: Mãe de duas, dona de lojinha virtual, blogueira, administradora do lar, mãe em busca de escolas na cidade nova, compra de material, encaixe no médico, exames pré-natais, etc. MAS…. a grande verdade é: eu errei nas contas!

Read More

#FicaSamantha, seu lugar é no Brasil

Posted by on jan 23, 2015 in Destaques, Infância, Maternidade | Comentários

#FicaSamantha, seu lugar é no Brasil

Não sei se vocês têm acompanhado o caso #FicaSamantha. Uma mãe brasileira morava nos EUA com o marido (tb brasileiro) e teve uma filha lá, a Samantha. Após alguns meses, o marido se tornou violento, ela conseguiu uma ordem de proteção contra o ele na justiça americana e 16 dias para sair do país com a menina. Ela voltou para o Brasil e nunca mais retornou aos EUA. Se passaram 5 anos. A mulher criou a menina com os avós maternos e paternos. Várias vezes incentivou o pai a ver a criança e ele nunca viu. Há dois anos ele moveu uma ação contra ela na corte de Haia (que defende que toda ciriança deve voltar para o país de origem) dizendo que a filha havia sido sequestrada pela mãe e, recentemente, o STJ deu causa ganha para o pai. Está começando a rolar uma campanha no Face para tentar de alguma forma sensibilizar as autoridades e mudar essa decisão.

Imaginem uma criança de 6 anos que ama e sempre foi cuidada pela mãe, ser mandada de volta para o país onde ela nasceu (onde não domina a língua), porque o pai quis assim, somente para prejudicar a mãe, visto que a menina tem contato com todos os familiares aqui no Brasil e é feliz aqui. Não é uma questão de que os filhos devem ficar sempre com a mãe, é uma questão do bem-estar da criança nesse caso.

Read More

Endereço perfeito para famílias

Posted by on jan 22, 2015 in Destaques, Passeios, Publiparcerias | Comentários

Endereço perfeito para famílias

Pensem em um lugar no coração de Moema, escondidinho em uma rua tranquila onde é possível relaxar fazendo aulas das mais diversas artes plásticas, comprar peças únicas para presentear quem você ama e ainda curtir um almoço em família em um jardim lindo com bambuzais, jabuticabeira e muito verde.

Estou falando sobre o Obra de Arte, local que recebeu o primeiro evento da TopMothers de braços abertos. Nascido em 1996 é um espaço que reúne arte, natureza, bem-estar e gastronomia.

Read More

Um filho em cada escola. Será que vou enlouquecer?

Posted by on jan 21, 2015 in Destaques, Educação, Escola, Rotina de mãe | Comentários

Um filho em cada escola. Será que vou enlouquecer?

Quando eu falei aqui no blog sobre a escolha da escola na cidade nova, eu estava super tendenciosa a fechar a escola 2, como comentei aqui, mas depois de fazer o cadastro, pedir indicações, trocar e-mails, a tal escola que eu não havia conseguido visitar marcou a reunião para janeiro. Com a confusão e correria da mudança, resolvemos esperar. Quando soube que ela não tinha turma para a Clara, foi como um banho de água fria. Poxa. Se não fosse o colega do meu marido insistir que devíamos conhecer a escola eu teria desistido. A primeira vez que a minha pequena vai para a escola, e não vai ser na companhia da irmã?

Essa não é uma escola modelo em tecnologia, super cara e cheia de atividaes extras. Essa é uma escola preocupada e focada na formação do cidadão, na qual os pais fazem parte da diretoria e comissões de cada assunto e participam ativamente nas atividades escolares, festas, feiras de ciências. Depois de uma reunião super cansativa de 2h com a coordenadora falando sobre o futuro do aluno (e mais 5 pais) e na construção que eles fazem dentro da escola, e não só na grade curricular do ano em questão (que era o que me interessava), eu vi que estava procurando errado.

Read More

Como desapegar de uma lembrança?

Posted by on jan 20, 2015 in Destaques, Enxoval, Produtos para o bebê, Publieditoriais | Comentários

Como desapegar de uma lembrança?

Como já contei por aqui, acabamos de nos mudar de cidade. Com tantas caixas para abrir, percebi que acumulamos muita coisa. Estamos fazendo uma “faxina” geral e descobrindo verdadeiros tesouros que, atualmente, não fazem mais sentido na nossa vida.

Foi o caso do kit berço da Bruna, minha primeira filha. Parece que foi ontem que o comprei, mas a verdade é que a minha pequena já está com 4 anos e eu ainda tinha tudo guardado. Mais uma vez, a OLX está me ajudando nessa missão de desapegar de objetos cheios de boas lembranças. A recordação vai ficar pra sempre nas fotos, nos vídeos e na nossa memória…
Nunca vou me esquecer de como foi bom planejar a o enxoval da Bruna, me preparar para a chegada dela. Porém chegou a hora de o Kit berço fazer outros papais felizes e completar o quarto do sonho de seus bebês. Por isso, gente, tá a venda! Dá uma olhadinha no meu anúncio.

Read More

O sexo do bebê e a escolha do nome

Posted by on jan 16, 2015 in Bebê, Destaques, Gravidez | Comentários

O sexo do bebê e a escolha do nome

Você mal descobre a gravidez e todo perguntam quando vão descobrir o sexo do bebê e se ele já tem nome.

Na minha primeira gestação, assim que soubemos que era menina (através da sexagem fetal com 8 semanas) não restava dúvidas sobre o nome: BRUNA. Esse era o grande sonho do meu sogro, Bruno, mas eles tiveram 3 filhos homens. Desde então ele esperava pela neta Bruna, mas infelizmente não estava mais entre nós quando soubemos da gravidez. De qualquer forma, a primeira menina da família seria Bruna, e assim foi feita a escolha do nome da nossa primogênita.

Bruna significa Morena, escura, marrom.

Quando engravidei pela segunda vez optamos por não fazer a sexagem fetal, então somente com quase 14 semanas soubemos que seria outra menina, no ultrasom morfológico do primeiro trimestre. Antes disso pensamos em alguns nomes, de meninos e meninas, mas sempre achamos os de menino muito mais difíceis. Contei aqui como foi que decidimos pelo nome CLARA.

Clara significa iluminada, brilhante, ilustre. É o oposto de Bruna. Achei bonito. Dois nomes curtos, com 5 letras, com significados opostos e que se completam.

Bom, nós achávamos que tínhamos parado por ai, até que veio de surpresa, a terceira gestação. Mas que nome o novo bebê teria? Eu queria outro nome curto, de preferência com 5 letras como as meninas. Como eu (Ana) e meu marido (Breno) temos nomes com letras do começo do alfabeto, tenho uma “queda” por essas letras, então se tivesse uma filha/o com a letra A do meu nome, seria bem legal. Pensamos em algumas opções, mas consultar esses sites de nomes é assustadorrrrrr!!!!!! Tem cada coisa esquisita, que é melhor pensar nos nomes conhecidos, que os amigos comentam ou fazer um filtro bom. hehe

Pensei em nomes com significados parecidos, mas como os das meninas se completavam, não imaginei nada que ficasse “no meio” de morena e ilustre. Deixei o significado para um desempate, caso fosse preciso.

Se fosse seguir no alfabeto, a lógica (quase matemática kkkkkk) seria um nome com D, mas nenhum me agradava. Abri mão da sequência e voltei pro A. Foi aí que um dia pensamos: E ALICE? É curtinho, tem 5 letras, começa com A. Eu, graças a Deus não lembro quem estava por perto quando comentei que pensei nesse nome, pois a pessoa logo soltou a pérola: “Aiiii, esse nome está tão batido! Tem um monte.” Ignorei, afinal quem escolhe o nome sou eu e o pai. E dane-se se tem muita Julia, Alice, Maria, Clara ou Ana.

Começamos a namorar esse nome, sem saber se seria menino ou menina. Pensamos em alguns para menino, mas não batemos o martelo em nenhum.

Aí, com 11 semanas e 4 dias fiz o ultrasom para ver a translucência nucal e o médico deu o tão aguardado palpite: MAIS UMA MENINA! Mesmo sem garantias do sexo, aproveitei um balão que eu tinha guardado em casa (que comprei pro chá da Clara mas não chegou a tempo e achei na mudança 1 dias antes), comprei gás hélio e no dia seguinte, na comemoração do aniversário da Clara anunciamos para a família e amigos presentes que seria outra menina. O vídeo vocês podem conferir abaixo:

Imagem de Amostra do You Tube

Não tínhamos nem batido o martelo no nome ainda, mas como era o mais provável minha sogra falou pra amiga, que publicou fotos com o nome da princesa, e assim paramos de enrolação e assumimos que esse é o nome escolhido. Estamos confiantes que é sim, menina, mas sem grandes preparativos e compras, afinal, está bem cedo.

Com essa loucura de escolher nome, eu percebi que cada família tem mesmo suas crenças, loucuras e manias, e que devemos respeitar. O nome pode ser escolhido (ou excluido) de muitas formas, olha só:

  • Pelo significado
  • Origem e cultura (italiano, grego, espanhol, português, judeu, bíblico,)
  • Pelo tamanho ou número de letras
  • Pela letra do alfabeto
  • Para homenagear algum avô(a), parente, etc
  • Simplesmente porque acha bonito
  • Porque quer um nome diferente/comum
  • Porque quer um nome simples/composto

E é isso aí! cada louco com a sua loucura! hehehe 

Bjosss

Read More