Blog sobre gravidez, maternidade e família.

Onde comer com crianças na Disney e outros parques da Flórida

Posted by on set 1, 2014 in Alimentação, Destaques, Disney, Viagem | Comentários

Onde comer com crianças na Disney e outros parques da Flórida

Uma grande preocupação em viagens aos Estados Unidos é com a alimentação das crianças. Será que dá pra comer bem e não encher os coitadinhos de fast e junk food? Onde comer em Orlando e região? E nos parques de diversão, tem restaurantes com comida “normal” que não seja HotDog, Pizza, hambúrguer e Turkey Leg? Tem como preparar lanchinhos para passar o dia?

A qualidade da alimentação da sua família está diretamente ligada ao tempo de estadia e programação. É muito mais fácil se alimentar bem se você vai todos os anos pra lá e não precisa conhecer um parque inteiro em um único dia. 

A grande verdade é que se você não conhece bem os parques e está com os dias contados, a alimentação pode e vai sim sair prejudicada.

Read More

Compras online de enxoval e móveis de bebê a pronta entrega!

Posted by on ago 28, 2014 in Decoração, Destaques, Enxoval, Produtos para o bebê, Publieditoriais | Comentários

Compras online de enxoval e móveis de bebê a pronta entrega!

Onde comprar os móveis do bebê? Como saber se o site é de confiança? Onde obter informações completas sobre os produtos?

Quando fiquei grávida da Bruna, a primeira coisa que fiz foi pensar no quarto dela. A escolha dos móveis, cores, kit berço e enfeites são coisas que nos fazem perder dias (ou semanas? Rs) de pesquisas, não é mesmo?

Em 2010 uma dificuldade que eu senti era: as lojas físicas tinham um prazo de entrega enormeeeee, pois eles encomendavam com a fábrica e isso poderia levar de 20 a 60 dias. Me respondam: que grávida consegue esperar um prazo desses pra ver os móveis do seu bebê? A minha ansiedade não permitia. Hehehe

Os sites que eu conhecia na época não forneciam informações suficientes e condições que me permitissem fazer uma compra segura. Optei então por comprar nos EUA, pois meu marido viajava bastante e nos sites americanos eu tinha informações completas com tutoriais, vídeos, reviews de usuários, opção de comprar a linha completa de produtos ou cada um separadamente, ver fotos e mais fotos, além de saber que o prazo seria obedecido.

O máximo de informações, medidas e fotos são fundamentais para que o consumidor opte por fazer uma compra online segura, e essas foram as características que eu vi no site da Tulipa Baby.

Read More

Tchau, filha. A mamãe vai pro ballet!

Posted by on ago 27, 2014 in Desabafos e relatos, Destaques, Maternidade, Rotina de mãe, Saúde | Comentários

Tchau, filha. A mamãe vai pro ballet!

Já pensaram em fazer ballet depois de adulta? Depois de ter filhos? Eu também nunca havia pensado.

Apesar de ter crescido dentro da academia de ballet da minha mãe, eu não era das alunas mais aplicadas. Preferia a aula de jazz, pois a minha mãe era bem rígida com posturas, uniformes e responsabilidades no ballet clássico.

Apesar de trabalhar em casa com o blog e a lojinha e ter horários flexíveis, a falta de tempo sempre foi a principal desculpa pro meu sedentarismo. Falta de foco, horários e disciplina mesmo. Garanto que é muitoooo mais fácil ter horários pra tudo quando se tem hora pra entrar e sair do trabalho. Tudo funciona em função do relógio, mas para quem trabalha em casa não é assim.

Há algum tempo eu pensava em fazer alguma atividade. Vi o movimento da Lia do Foca na Balança crescer, me encantei, mas faltava uma amiga pra me puxar pro exercício, sabe?

Bom, ano passado ganhei uma amiga super agregadora, a Ana do blog Mommy’s LifeStyle (antes chamado Girls from Alphaville). Ela montou um grupo para as mães aqui de Alpha e região, e a cada dia vem conseguindo novas parcerias em benefício de todas. Foi assim que ela começou a fazer Body Ballet, e conseguiu um preço super bacana para as Alphamães. Diferente dos preços exorbitantes de academias de SP que incluem sei-lá-quantos tipos de aula que ninguém faz, com um preço justo estou fazendo 2x por semana essa aula que trabalha postura, flexibilidade e equilíbrio e fortalece músculos da perna, glúteos e abdômen, entre outros.

Read More

Viagem com crianças para os EUA: Levar carrinho ou comprar lá?

Posted by on ago 25, 2014 in Destaques, Disney, Passeios, Viagem | Comentários

Viagem com crianças para os EUA: Levar carrinho ou comprar lá?

Uma dúvida comum quando se pensa em arrumar as malas para passar férias nos EUA é se devemos levar o carrinho ou não. Se a viagem é para a Disney/Orlando ou outro lugar, não importa. Na maioria das vezes vamos para fazer turismo e o carrinho – sendo comprado lá ou levado daqui – é fundamental.

Na última semana algumas pessoas me fizeram perguntas relativas a esse assunto, então esse post é pra vocês, Raíssa e Pamela. (ai caramba, tinha mais alguém!:-/)

Levar ou comprar?

Read More

Festa preta e branca tema CHANEL para comemorar 50 anos

Posted by on ago 21, 2014 in Decoração, Destaques, Faça Você Mesmo, Festa | Comentários

Festa preta e branca tema CHANEL para comemorar 50 anos

Uma mulher no auge dos seus 50 anos merece uma festa temática bem chique, né? Foi nisso que pensei quando preparei em apenas 2 dias uma festinha em casa com tema Chanel, a famosa grife, para comemorar o aniversário da minha sogra. No estilo petit-comité, foram convidados apenas os filhos e respectivas mulheres e algumas amigas dela.

Não que a festa em si fosse chique, rica, cheia de enfeites, vasos floridos e comidas requintadas, mas o tema era chique, então por mais básico que tenha sido ficou super fofo e fino!

Como a minha cozinheira teve um problema e não apareceu no dia da festa, os filhos se encarregaram de fazer um churrasco na varanda (nada chique… haha) e a mesa serviu mesmo só para decorar e cantarmos parabéns - além de fazer toda a diferença na festa surpresa!!!

A primeira coisa quando se vai preparar uma festa temática deve ser: buscar referências! Idéias, festas, aplicação da marca, formato dos produtos e perfumes, disposição do rótulo.

Dei um “google” e salvei algumas fotos no celular pra consultar depois.

Read More

Conheça o Sea World sem os shows com animais treinados

Posted by on ago 13, 2014 in Destaques, Diversão, Passeios, Publiparcerias, Viagem | Comentários

Conheça o Sea World sem os shows com animais treinados

Um dia no Sea World não é suficiente para aproveitar tudo o que o parque oferece se a intenção for assistir a todos os shows. Na primeira vez que eu fui, eu quis realizar aquele velho sonho de criança: ver a baleia orca e golfinhos. Na segunda, queria mostrar à minha sogra e à Bruna. Claro que nos sentamos na Wet Zone e saímos de lá cheirando a peixe.

Depois que começamos a postar fotos e dizer que estávamos no parque choveram comentários e críticas (principalmente nas redes sociais do meu marido) sobre o “formato” de circo de animais marinhos, e eu nunca tinha pensado assim. Falaram muito sobre o filme BlackFish e eu queria assistir antes de escrever, mas passaram quase 3 meses que eu fui ao parque e não consegui tempo para sentar no sofá e assistir sossegada ao filme para falar com conhecimento de causa. Se você assistiu mas nunca viu a resposta do parque ao documentário, veja no link http://seaworld.com/en/truth/truth-about-blackfish/. Vou fazer abaixo algumas considerações.

Eu já ia ao parque de qualquer forma pois sempre achei o máximo (desde criança) poder ver golfinhos e outros animais de perto – animais esses que eu nunca veria se não fosse através das telas e filmes. Mas vou ser bem sincera: estou em um conflito interno para escrever esse post. Através da assessoria do parque consegui ingressos para mim e minha família e fiquei de contar aqui pra vocês como foi incrível nosso dia (e palavra dada por mim tem valor). Por outro lado, vejo ativistas se manifestando sobre parques com animais enjaulados, zoológicos, e o quanto pode ser sofrido pra esses animais estarem lá presos pois nem todos são salvos e criados desde bebê em cativeiro.

Como eu já falei aqui diversas vezes, sou uma pessoa não-radical. Pondero, analiso, me informo e busco um meio-termo pra viver. “No meu passado” fui uma pessoa totalmente a favor e encantada com os parques, no meu presente ainda sou encantada mas balançada com a influência do ativismo que chega até mim. Gostaria de manter minha palavra com o post sobre o parque (até porque é uma realidade pra mim e pra muitas pessoas), mas ao mesmo tempo sei que tenho responsabilidade sobre o que escrevo e por isso quis que todos que lêem o meu blog tivessem acesso a mais informações.

Acredito que eles tem sim um enorme cuidado com os animais e conservação mas como não é disso que o parque sobrevive (é uma instituição com fins lucrativos, óbvio), prefiro citar as atrações que mais gosto que não envolvem exclusivamente shows com animais, principalmente os treinados. 

Read More

Meu filho leva pra casa coisas que não são dele. O que fazer?

Posted by on ago 11, 2014 in Desabafos e relatos, Destaques, Educação, Especialista | Comentários

Meu filho leva pra casa coisas que não são dele. O que fazer?

Minha filha pegou algo que não era dela na escola e levou pra casa. O que fazer? Aconteceu na minha casa e não foi apenas uma vez. Perguntei à psicóloga Lilian Britto como agir nessa situação e conto abaixo como aconteceu.

Pra ser bem sincera eu não lembro exatamente o que ela levou da primeira vez, mas acho que foi ano passado na turma de 2 anos. Talvez uma pulseirinha, não lembro mesmo. A fizemos devolver e pronto.

Já no começo desse ano tivemos a segunda experiência: um dia voltou um celularzinho de brinquedo bem velhinho na mochila dela. Ao questionar de quem era, ela disse que era do baú da tia Aline. Bom, ela que adoraaaaa um telefoninho, pegou o baú da professora e guardou na mochila pra levar pra casa. Eu expliquei que não podia, e ela justificou que adorou o telefone. Expliquei novamente que não era dela e ela não podia levar, que ia devolver à professora (além de que ela tinha um telefone, e não podia pegar o dos outros). Já estávamos no meu prédio, voltamos na mesma hora na escola e devolvemos. Expliquei que o brinquedo do baú da tia Aline era para todos os alunos brincarem juntos e que ela não podia levar pra casa algo que não era dela.

Read More