A gestação é um momento mágico onde o corpo da mulher dá origem a um novo ser porém alguns sintomas da gravidez são, na maioria das vezes, desagradáveis. Eles podem ou não ocorrer, sozinhos ou “combinados”. A maioria deles geralmente vai embora com o fim do primeiro trimestre (pelos menos os mais desagradáveis) por volta das 14 semanas.

A gravidez muitas vezes é descoberta a partir do atraso menstrual, porém também é muito comum que pessoas suspeitem do estado gravídico através de um dos sinais abaixo, como vontade de comer doces, enjôos e sono excessivo, causado pelas mudanças hormonais e físicas que ocorrem nessa fase.

Sinais e sintomas comuns no primeiro trimestre de gravidez
  • Sonolência

O corpo pede cama, pede um tempo maior de sono. Parece que ele precisa recarregar as baterias para dar conta de tanto trabalho.

  • Cansaço físico

Acredito que seja uma defesa do organismo para que não façamos muito esforço, nem gastemos muita energia com coisas desnecessárias.

  • Mamas sensíveis e inchadas

Assim como no início do ciclo menstrual, as mamas ficham inchadas e doloridas devido à alteração dos hormônios, mas em uma escala ainda maior. Não dura toda a gravidez, fique tranquila que passa!

  • Cólicas

As cólicas podem assustar, mas não são um mal sinal se forem leves e não forem acompanhadas de sangramento.

  • Enjôos e azia

Sentir o estômago embrulhado e queimando e não ter vontade de comer coisas as quais estava acostumada é comum, mas não uma regra.

  • Náuseas e vômitos

Também podem ocorrer nauseas e vômitos com frequência. Somente uma pequena parcela das pessoas tem excesso de vômitos e pode precisar de internação para hidratação (casos diagnosticados pelos médicos como hiperemese gravídica).

  • Mudança no paladar

Além dos enjôos que fazem com que a gestante não consiga comer o que estava acostumada, essas variações de hormônios podem fazer com que ela queira comer algo diferente ou que tenha “vontades” por exemplo de comer mais doces.

  • Aumento da frequência urinária

Apesar de o bebê ainda não pesar sobre a bexiga, as idas ao banheiro podem se tornar mais frequentes.

  • Dor de cabeça

Lembre-se que não é indicada a auto-medicação e que o diagnóstico e tratamento devem ser feitos por um médico. Todo tipo de medicamento deve ser tomado somente com orientação durante a gravidez.

  • Intestino preso e gases

Até quem sempre foi reguladinha pode sentir esse desconforto e ter que lidar com o intestino preso e muitos gases.

E ai, quais você sentiu ou tem sentido?

Qualquer dúvida procure um médico e se informe.

Bjs

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (5), Clara (3) e Alice (1). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.