10 comments

Oiiii pessoal!!!

Já falei aqui sobre O que levar de presente para a mamãe e o recém-nascido e sobre Visitas: em casa ou na maternidade? e hoje vou falar de como se comportar nessas visitas.

Quando as visitas são na maternidade quer dizer, geralmente, que o bebê tem no máximo 3 dias de vida, então a atenção deve ser ainda maior, mas quando estamos em casa não podemos “relaxar” com os cuidados.

O visitante pode ser jovem ou não ter experiência anterior em visitas à recém-nascidos, e assim, não tem noção dos cuidados que deve ter. Nesses casos é importante que você mãe, pai, avó, avô, tio, tia, dê as coordenadas. Quem deve cuidar e zelar pelo bebê é a família. 

EDITADO: O PRIMEIRO CUIDADO QUE O VISITANTE TEM QUE TER É SABER SE A MAMÃE ESTÁ RECEBENDO VISITAS OU NÃO, COMO COMENTEI NO POST SOBRE AS VISITAS EM CASA OU NA MATERNIDADE.

Visitante:

  1. Evite passar perfumes e loções com cheiro forte antes de visitar o bebê. Alergias são desenvolvidas a partir do primeiro contato, seja inalado, ingerido ou simplesmente tocado.
  2. Prepare-se para chegar no hospital e ter que esperar a mamãe sair do banho, esperar acabar a visita médica, ou amamentar o bebê. Vá sem pressa e sem compromissos em seguida. Você pode inclusive chegar e não encontrar o bebê no quarto. Paciência. Exames e banho fazem parte da rotina do bebê no hospital. Se não for demorar você pode esperar, ou vá no vidro do berçário dar uma espiadinha.
  3. Lave as mãos ou passe álcool-gel assim que entrar no quarto, independente de pegar o bebê ou não, pois sempre rola um carinho na cabeça ou mãozinha.
  4. Não peça para pegar o bebê; deixe que a família ofereça se se sentir a vontade.
  5. Não espere chegar no quarto e achar o bebê acordado. Se estiver, ótimo, mas saiba que eles dormem a maior parte do tempo. Não, você não vai ficar lá esperando ele acordar. 😉
  6. Se for pegar o bebê, retire (ou já vá sem) colares, pulseiras, relógios e anéis volumosos. Você não vai querer deixar o bebê com a pele irritada né?
  7. A visita na maternidade não deve durar mais do que 15 ou no máximo 30 minutos, a não ser que você tenha MUITA intimidade e a mãe do bebê dê liberdade para tal.
  8. Na hora em que a mamãe foi amamentar o bebê, saia do quarto e deixe que “eles se entendam” naquele momento só deles, a não ser que a mamãe esteja a vontade e peça para ficar ou se você puder ajudar. A amamentação é um processo em que a mamãe e o bebê tem que se adaptar e nem sempre é fácil; eles precisam de um ambiente silencioso e tranquilo.
  9. Se quiser combinar de ir com uma amiga fazer a visita, ok, mas não vá acompanhada de crianças se não puder “controlá-las” e nem chegue com uma turma de 3, 4 pessoas ou mais.
  10. Não peça mais lembrancinhas para levar para quem não estava lá. Elas são um mimo para quem se deu ao trabalho e fez a gentileza de visitar a mamãe e o bebê.
  11.  Evite fazer visita nas primeiras 12 horas após uma cesariana. A mamãe pode estar sonolenta por causa dos sedativos e anestesia, usando sonda e assim não pode levantar da cama e não pode ficar conversando para não ter gases.
  12. Pergunte  se pode, antes de, tirar fotos do bebê, e NUNCA use o flash. Pergunte também se ela pode ser publicada ou não. Alguns pais não gostam de exposição.

Pais, avós, acompanhantes…

Vocês estão lá para ajudar a mamãe e podem ser chatos, sim.

Peçam para as visitas lavarem as mãos, falarem baixo e para se retiraram durante algum procedimento ou amamentação.

Também ofereçam a fralda de pano para o colo das visitas que foram segurar o bebê, para que ele não fique em contato direto com a roupa da visita que veio da rua, pode estar suja ou “cheia” de amaciante e perfume. Se não quiser uma fralda muito simples, existem os paninhos que cobrem o ombro para arrotar o bebê que são lindos. Comprei esses “burp cloths” nos EUA, um mais fofo que o outro. Tem variados formatos.

Bjosssss

 

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade.
Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.