Blog sobre gravidez, maternidade e família.

A Intolerância à Glicose e a dieta da nutricionista

Posted by on dez 7, 2012 in Alimentação, Cuidados com o Corpo, Destaques, Diário de uma gravidez, Gravidez, Saiba Mais | Comentários

A Intolerância à Glicose e a dieta da nutricionista

Oiiii queridos!

Como contei na última sexta, meu resultado de glicose pós-sobrecarga deu alterado e fiquei sem chão.

Eu estava muito confiante com meus 5Kg ganhos na gravidez até 28 semanas, e depois disso comi taaaaantooo doce e besteira que ganhei 3Kg em 5 semanas, como contei no post das 33 semanas.

Depois do susto, conversei com o GO, que me proibiu doces por enquanto e pediu que controlasse os carboidratos, além de exigir que passasse na nutricionista para que ela me orientasse quanto ao índice glicêmico dos alimentos.

No final de semana passado, encontrei minha cunhada que acabou de se formar em Nutrição e ela me deu a explicação que eu precisava pra minha vida: a diferença do integral e do branco. Por que o integral é “melhor”, engorda menos?? Por que o alimento integral tem muitas fibras e é como se ele “atrapalhasse” a digestão, fazendo com que ela seja mais lenta e com isso a liberação da glicose ocorre de forma gradual, evitando picos e descargas enormes de insulina!

Era SÓ isso que eu precisava saber… então principalmente no meu caso, é sim muito importante o consumo dos cereais integrais, pois assim não bombardeio minha pequena!

Consegui encaixe na Dra. Alessandra Rodrigues (consultora nutricional) na quarta-feira, indicada pelo Dr. Kalil e pela Dani, uma amiga que consultou com ela. Conversamos, expliquei minha rotina, ela me pesou, mediu minhas gordurinhas, anotou tudo e depois foi me passar a dieta. Apesar dos meus exames não darem diabetes gestacional, somente uma intolerância à glicose, ela me passou uma dieta para diabéticos, sem açúcar nenhum. Não consegui fazer a dieta certinha ainda pois saímos para almoçar/jantar fora nos últimos dois dias, mas só de cortar o açúcar já foi uma melhoria grande. Ela também pediu que eu fizesse essa dieta mais rígida pra não “perder” o meu ganho de peso que estava tão bonitinho, agora no final.

E se eu falar pra vocês que perdi os papéis da dieta e a lista de substituições, vão me xingar muito?? Pois é… na quarta achei que tinha ficado no carro e quando fui procurar, cadê? Bom, vou colocar tudo o que eu lembro e as dicas mais úteis. Liguei no consultório para pedir por e-mail, mas já estava fechado. Agora só segunda.

  • Sementes Integrais:

Alimentação rica em fibras nunca foi o forte aqui em casa, então hoje foi minha “estréia” na sessão dos integrais no supermercado aqui perto de casa. Comprei a ‘tal’ da linhaça, que até então eu só conhecia de nome e em cápsulas! kkkkkkkk E a chia, semente que a nutri recomendou. Essa chia é mais difícil de encontrar, e quase deixei na prateleira do supermercado de tão cara que era, mas como sabia que se eu fizesse isso o marido ia ficar bravo comigo, paguei os 22,90. Acho que era esse preço por causa da marca e embalagem. Deve ter outras opções em outros supermercados. E quem não achar, pode usar o dobro da linhaça.

Sementes integrais: minha primeira compra de linhaça e chia

Recomendação: Usar uma colher de linhaça e uma de chia (ou 2 de linhaça) na porção de fruta

  • Líquidos
Com o aumento da ingestão de sementes, devo beber mais água para não fermentar e dar gases. Refrigerante está cortado. Suco evitado (as vezes tomo natural) pois é melhor optar sempre pela fruta.
  • Frutas:
Como não tenho a lista de substituições aqui, to meio perdida, mas lembro de 3 frutas, serve? kkkk Como eu amo uva, perguntei na hora qual era a quantidade que eu podia comer. Na lista, teoricamente 10.. mas a Thompson que é a que compro sem semente, podem ser 20, pois é menor. A melancia, uma fatia (claro que não é cortada “de comprido” kkkk). Banana, uma. Na foto dá pra ver uma melancia ao fundo.

Bru aprendendo as porções

Recomendação: 3 porções diárias, sendo uma entre o café da manhã e almoço, uma de sobremesa e uma no lanche da tarde, SEMPRE acompanhadas da semente. Como eu comentei lá em cima, o integral não deixa que a glicose vá pro sangue e consequentemente pro bebê de uma vez.
  • Iogurte/Leite:
Eu já achava lindo tomar Activia (pq uns meses atrás eu não queria pagar o preço dele e comprava os mais baratos e gordurosos), mas ela me recomendou que trocasse o normal pelo Zero. O preço é o mesmo! Vi hoje! hehe \o/
Leite pra quem gosta, desnatado.
  • Pães, massas, arroz
Sempre integral. A massa, pode ser acompanhada de molho vermelho, mas ela pediu que eu não comesse com outros molhos: pesto, branco, alho e óleo, etc, pois são mais gordurosos e claro, menos saudáveis.
Perguntei sobre a minha querida bisnaguinha, e ela disse que agora lançaram uma integral! Não achei no supermercado, mas quem achar pode comer 2 no lanche, assim como 2 fatias de pão de forma ou um pão francês integral.
  • Salada
Fundamental no almoço e jantar. Mostrei a foto do meu prato super saudável (abaixo), e ela pediu que eu fizesse diferente: ao invés de metade do prato de salada e o restante com a comida, comer um prato inteiro de salada e depois servir o almoço no prato de sobremesa.

Almoço na quarta. Salada + Macarrão integral com legumes e frango desfiado.

Recomendação: Usar somente 1 colher de sobremesa de azeite na hora de temperar. Acho que eu comia com umas 3 colheres de sopa. kkkkk
  • Frios / Lanches
Posso comer meus sanduíches com frios, sendo até duas opções de “recheio”. Peito de peru, blanquet e presunto, 4 fatias. Mussarela, 2. Requeijão, 1 colher pequena.
A noite nada de fruta. O jantar sem carboidrato com carboidrato integral e controlado (2 colheres), caprichado na salada + carne, que não precisa ser grelhada, pode ter molho.
  • Pra beliscar
O lanche da tarde pode ser igual ao café da manhã, com 1 copo de iogurte e um sanduíche, mas posso variar com biscoitinhos integrais, barra de cereal Diet, bolachas integrais Diet.
Mostrei a foto da minha compra de integrais do final de semana e ela pediu que eu trocasse os cookies pelos Diet (da Jasmine ou outro) e o Activia pelo Zero. O restante está ok.
Na dúvida, leiam sempre os ingredientes e vejam se contém açúcar.

Cortar os itens com açucar

  • Guloseimas
Ela liberou 2 fatias de pizza e um doce Diet por semana! A pizza já comi mais do que o recomendado, mas o doce não. hehe
Adoçante na gravidez
Quando publiquei a foto acima muitas pessoas ficaram preocupadas com os produtos Zero que comprei, pois dizem que não devemos consumir adoçante na gravidez. Levei a dúvida até a nutricionista e ela me explicou que o que faz mal é a combinação dos dois adoçantes: Aspartame e Ciclamato. A gelatina da foto está liberada (mesmo assim olhei o rótulo e contém aspartame e sacarina).

Já para adoçar o recomendado é a Sucralose(línea).

Compensação – Açúcar e exercícios
Comentei com ela que tive muita vontade de comer panetone e bisnaguinha e fui em seguida para a esteira do prédio para “queimar” a glicose antes de chegar mais. Ela disse que NÃO posso fazer isso na gravidez, pois não adianta. Como durante a gravidez não podemos fazer exercícios “pesados” e trabalhar com a frequência cardíaca acima dos 140bpm, não ocorre essa queima desse açúcar, portanto não tem compensação. Depois do parto e durante a amamentação, sim, podemos fazer isso. hehehe

 

 

Bommmm, pessoall…. era isso!!! Espero que aproveitem as dicas, e qquer coisa pra quem é de SP, corram no consultório dela no Itaim. Ela é uma fofa, e prepara um mega cardápio com receitas saudáveis e deliciosas. Não foi o meu caso pois preciso controlar o áçucar só mais 1 mês, mas a Dani, minha amiga q estava grávida dos trigêmeos passou com ela no começo da gravidez e ganhou praticamente um livro com receitas saudáveis e deliciosas e um cardápio todo pronto.

Site: Alessandra Rodrigues

 

Bjosssssss