3 comments

Todo mundo fala que quando o bebê chega a vida muda completamente mas só entendemos de verdade o que isso significa quando passamos por esse momento.

Isso não quer dizer que é ruim, só é diferente de antes. Alguns casais sentem mais necessidade de manter saídas constantes e por isso tem ajuda/babá/sogra de vez em quando; outros entendem que aquela nova situação exige um tempo maior de dedicação e abrem mão por um certo tempo da vida social; outros (tipo eu) convidam os amigos para curtir em casa e assim fica mais confortável pra todo mundo. Isso realmente depende da escolha e necessidades de cada um, mas uma coisa é fato: Você vai sentir falta de poder dar aquela saída de 15 minutinhos as 11h da noite para ir até a farmácia, ou vai repensar se vale a pena parar na padaria para comprar um pão fresquinho e ter que tirar o bebê do carro.

Você vai sonhar com padaria, supermercado, farmácia e caixa eletrônico drive-thru e não vai se conformar por um tempo de porque não existe isso em cada canto da cidade.

Então, se essa quase-mãe de três puder dar alguns conselhos, aí vão algumas coisas que você deveria fazer antes da chegada do Bebê:

  • Saia sem hora pra voltar. Leve somente a carteira e chaves. Você não imagina como precisamos nos programar antes de sair com um bebê.
    *
  • Vá ao cinema ou ao teatro. Vá curtir sozinha, com o marido ou amigas. Depois você também poderá curtir uma sessão de cinema com o bebê nas sessões do Cinematerna, mas não será a mesma coisa já que o bebê pode chorar e interromper a sua atenção.
    *
  • Faça um “programa de índio”. Uma viagem sem se programar ou um bate-volta até a praia/serra são coisas que você não vai fazer com facilidade depois da chegada do bebê.
    *
  • Passe a tarde no salão. Sabe aquele dia que você entra no salão pra fazer mão e pé, e acaba fazendo depilação, cabelo, sobrancelha, e tudo mais o que for possível? Pois então vá e perca o dia todo lá. Depois você vai agradecer de ter tempo para fazer só a mão.
    *
  • Libere o marido para aquele happy-hour ou futebol no meio da semana. Primeiro preciso esclarecer: casamento não é prisão e é claro que o marido e a mulher devem ter liberdade para tal, mas tem muitos que “enchem o saco” nénão???? Pois saiba que você vai encher muito mais no pós-parto, então incentiva a saída agora porque depois o bicho pega.
    *
  • Saia para almoçar fora com toda a calma e romantismo. É bem provável que você fique “em casa” por 2 ou 3 meses até o bebê tomar as primeiras doses das vacinas, então um almoço fora pode significar bastante. Caso opte por levar o bebê depois desse período,  se estiver dormindo vai ser tranquilo, mas se precisar de colo ou de mamar, seu almoço vai sofrer algumas pausas.
    *
  • Saia com aquela amiga doidinha. Sinto informar mas há grandes chances do seu assunto depois da maternidade ser somente fraldas, mamadas, peito, cuidados com o bebê e de como você e o marido estão lidando com tudo isso. Depois avisa a amiga que não é nada pessoal não, mas ela precisa ter paciência pois suas prioridades mudaram. Um dia ela vai entender.
    *
  • Antes de ir para a maternidade se despeça da sua casa antes dos filhos. Como falei lá em cima a mudança não é ruim, muito pelo contrário: você descobre um amor que não imaginava que existia, mas de qualquer forma é uma grande mudança. Então, um conselho que eu recebi foi: Olha bem pra sua casa antes porque depois que voltar é uma vida nova.

Esse post não tem a intenção de assustar ninguém! Somente alertar quanto à valorizar o tempo, liberdade e independência que temos e não nos damos conta! heheh Essa “falta de liberdade” é um pouco sufocante nos primeiros dias e meses mas melhora bastante com o tempo! Fiquem tranquilos! <3

Quem me acompanha (@analumasi) sabe que a maternidade completou a minha vida, mudou meu destino e me faz mais feliz a cada dia.

Para se preparar para o puerpério recomendo a leitura do post: O Pós-parto da MÃE… do pai, da sogra, da tia…

Bjossss

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade.
Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.