Muitas mulheres sofrem com a constipação, também conhecida como prisão de ventre ou intestino preso e para algumas, infelizmente, esse desconforto pode se manifestar durante toda gestação.

As causas são variadas e incluem a crescente concentração de hormônios da gestação (progesterona) e o aumento de volume uterino que pressiona o intestino e consequentemente, diminuem os movimentos peristálticos. 

Uma alimentação saudável, rica em FLV ( frutas, legumes e verduras) com certeza irá auxiliar no bom funcionamento intestinal e minimizará os desconfortos típicos do período.

Para as mulheres que estiverem liberadas pelo médico, a atividade física também auxilia na melhora do quadro. Uma caminhada ou hidroginástica favorecem o trabalho do intestino e contribuem para boa forma da gestante.

Vamos às dicas de hoje?

  • Alimentos crus (legumes e verduras)

Um belo prato de salada, com folhas cruas, rico em fibras, antes da refeição principal irá estimular os movimentos do intestino. Incremente sua salada com sementes como chia, abóbora, gergelim, girassol e linhaça e todos os grãos que fazem bem.

 

images-1

 

  •  Integrais (arroz, pães, macarrão)

Substitua a versão original, por versões ricas em fibras, oleaginosas, como os integrais. Confira o rótulo dos pães, a farinha integral deve ser sempre o primeiro item da lista para garantir a procedência e evitar o famoso “comprei gato por lebre”.

Unknown

 

  • Evite misturas de carboidratos simples.

No dia a dia, invista na alimentação variada, o famoso prato colorido.

Misturas como arroz tradicional, feijão, bife e batata podem ser cruciais para as gestantes que sofrem dos desconfortos da “prisão de ventre”.

Escolha o arroz ou a batata, evite esse tipo de combinação.

 

images-3

  •   Aumente o consumo de frutas

Dê preferência às frutas com poder “laxativo” natural.

As frutas em geral, são ricas em fibras, algumas quando consumidas com casca ou bagaço como a laranja vão contribuir para recuperar o bom funcionamento intestinal.

Frutas como: ameixa, mamão, laranja, melão, morango são excelentes opções.

Opções como pêra, goiaba, banana e maçã, devem ser consumidas com moderação e de preferência com casca.

Unknown-1

 

  •  Líquidos…muitos líquidos!

Muitas mamães se preocupam com a alimentação de maneira geral, porém acabam não se atentando para o consumo de líquidos durante a gestação.

Para que a gestante consiga formar o bolo fecal, é de extrema importância o consumo de líquidos com frequencia, de preferência água, sucos ou chás naturais, com pouco ou nenhum açúcar. (Já viram o post sobre os tipos de açucar? Conheça todos e faça sua escolha ).

Para criar ou manter o hábito, tenha sempre em mãos uma garrafinha de água. Se quiser incrementar, rodelas de laranja, ou folhas de hortelã darão um toque especial na sua água.

Para ajuda-las nesse período, separei duas receitinhas naturais que podem ajuda-las e para quem gostar, incluir na alimentação diária pode ser um alivio para enfrentar os 9 meses mais lindos do mundo!

 

Suco laxativo

Ameixa seca

Muitas pessoas conhecem, mas não tem o hábito de consumir a famosa ameixa seca (aquela comprada a granel em lojas de produtos naturais ou até a enlatada).

A boa notícia é que a água da ameixa pode ajudar bastante seu intestino preguiçoso, sem causar desconfortos secundários (diarréias ou cólicas intestinais).

Antes de dormir, coloque 4-5 ameixas em um copo e preencha-o com água. Na manhã seguinte, tome a água de preferência em jejum. As ameixas podem ser consumidas em seguidas, ou utilizadas em sucos.

Suco laxativo natural

A combinação perfeita entre sabor e qualidade para seu intestino, numa receita saudável e natural.

Bata no liqüidificador 1/4 mamão papaya + Suco de 2 laranjas + 3 ameixa secas. Se preferir, adicione um pouco de água. Tome sem coar.

 

Mamães, por hoje é só!

Beijos e até semana que vem.

Sobre Leticia Fadelli

Letícia Fadelli Pio Crepaldi é paulistana, tem 25 anos e é formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo desde 2009. Fez cursos na área de Educação Nutricional, Pediatria, elaboração de Cardapio, Assessoria e Consultoria em Escolas.
Fez estágio no Banco de Leite Referência do Estado de São Paulo (Banco de Leite Humano Hospital e Maternidade Leonor Mendes de Barros), aperfeiçoando em processos de coleta manual e eletrica de leite humano, pasteurização, congelamento e manejo clínico de Aleitamento Materno. Depois de formada, trabalhou de 2011-2012 como Nutricionista da Merenda Escolar de SP, sendo responsável pela alimentação em 10 escolas e creches durante 1 ano na região Leste de SP. Atualmente mora no Japão.