Era uma vez…. a história do meu processo de coaching e auto-conhecimento.

O “era uma vez…” não é um conto de fadas, mas a verdade é que um dia me olhei no espelho, tirei uma foto e pensei: Aninha, porque você se sabota? Eu reclamei nesse post no instagram sobre eu ter ganho peso, e não ver propósito nas coisas. Sobre não enxergar onde e como, ou melhor, porque, me esforçar pra melhorar.

E ai uma seguidora de anos, Andressa, me ofereceu uma sessão de coaching. Life Coaching.

Life Coaching

O Life Coaching é uma vertente do coaching, onde o coach (treinador) usa ferramentas validadas para investigar o coachee e ajudar a descobrir valores e crenças que dificilmente percebemos. Ele é a pessoa que vai ajudar a enxergar sempre o copo meio cheio, sabe? A encontrar seu caminho da felicidade (ou melhor, encontrar felicidade no seu caminho) e ver propósito em fazer as coisas. Fazer você entender que cada pessoa é de um jeito, que não existe uma única fórmula e que o que faz sentido pra outra pessoa pode não fazer pra você. Assim, ele ajuda a desenvolver competências únicas e desenhar as aspectos para cada um.

Através desses estudos sobre você, a sua história, sua personalidade e suas vontades, ele fará perguntas criando hipóteses para que você encontre o seu caminho para o sucesso e para a realização pessoal. E durante o processo você descobre que é realmente muito individual. É o início de uma jornada de auto-conhecimento onde cada coisa que acontece e cada ação que você toma, tem uma razão.

Terapia X Coaching

É diferente também de uma terapia. Apesar de nunca ter feito conheço pessoas que já fizeram e eu encaro a terapia com um psicólogo como um tratamento para aceitação e superação de acontecimentos e entendimento do momento (me corrijam se eu estiver errada), enquanto o processo de coaching é mais uma forma de auto-conhecimento e planejamento para construção de uma história de sucesso através de escolhas conscientes.

Claro que no início do coaching eu precisei me abrir, mostrar feridas e falar de coisas que me faziam mal para ver onde eu podia melhorar. Todo o processo seguinte era (é) feito pensando em formas de melhorar minha rotina e minha forma de trabalhar e me organizar para assim ver evolução e crescimento que servirão de combustível para continuar planejando e executando novos projetos.

Algumas pessoas tem uma maior facilidade em refletir e pensar sobre os planos, a carreira, o futuro. Eu não tenho, e sinto muito bem dividindo as minhas dificuldades com alguém que me ajuda a identificar e planejar os próximos passos. Como falamos em uma sessão, ser assistido gera conforto.

Quando você fala sobre os problemas, sobre as dificuldades, sobre o presente e o futuro, você começa a ver coisas com muito mais clareza. Aliás, se tem uma palavra única que define o início do processo de coaching é essa: CLAREZA!

Me conta de você! Consegue ter claro suas metas e objetivos ou precisa de pessoas que orientem e encorajem no processo?

Ah! A Andressa é Coach de MULHERES, apenas, ta? Mas sempre tem colegas para indicar caso você seja homem e precise de um direcionamento. Nossa primeira sessão foi presencial, depois partimos para reuniões semanais a distância (via Skype), assim como ela faz com outros coachees ao redor do mundo.

Andressa Santos – Life Coaching para Mulheres

Instagram: @Andressa.coach
E-mail: contato@coachandressasantos.com.br

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade.
Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.