Às vezes me pego pensando nas minhas versões de Ana… Resumidamente, nasci Ana Luiza, cresci Aninha, me tornei “Anabiomed” e depois “AnaLuMasi”. Em cada fase, uma identidade. Em cada fase um marco e uma conquista estampada. Mas qual a minha melhor versão?

Um dia só me via como filha, menina. No outro, namorada, esposa e mãe. E às vezes a gente esquece que a mãe ainda é uma menina cheia de sonhos, ainda é filha e quer colo, ainda é namorada e quer companhia, ainda é esposa e quer dar e receber carinho, e principalmente, é uma mulher com desejos e verdades.

Quem sou eu?

Quem sou eu além dos rótulos de filha, neta, esposa e mãe? Quem sou eu como mulher? O que eu quero pra mim?

É difícil buscar essas respostas e enxergar o que você quer ser. Então, tentei me ver de fora, como se fosse outra pessoa. O que as pessoas enxergam em mim? É isso que quero passar? Me incomoda ser a mãe que “vive correndo” ou tudo bem ser uma mãe-polvo? Eu quero ser a mãe da criança que chega atrasada?

E aí começa também uma reflexão maior: quero ser reconhecida pelo meu trabalho ou isso não é importante? Quero ser sexy ou não faz sentido pra mim? Estou disposta a mudar e levar uma vida mais saudável? A Ana de antes faz sentido hoje ou preciso evoluir?

Um dia desabafei sobre a mãe que eu queria ser e me disseram que ela não existe. Vou te falar uma coisa: não existe perfeição, mas é fundamental que você faça bem o que te faz bem. Se você se incomoda por se esquecer de comprar o presente da festa do amigo, põe na agenda! Se você perde a hora, coloca um alarme! Se você não dá conta de fazer tudo, abra mão de algo. Se você quer a companhia do marido, arrume quem possa ficar com as crianças. Mas nunca, nunca se esqueça de você! Nunca esqueça dos seus sonhos e das suas vontades. Não faça só pelos outros, faça por você.

Você pode ser loira, morena ou ruiva e continua sendo você. Pode ser gorda ou magra, e continuará sendo você. A autoestima depende de como se vê e não de como as pessoas te veem.

Emita boas vibrações, se permita mudar! Eu não sei o que vocês acham, mas a minha melhor versão é sempre a atual!

Bebê Vida

Esse post foi patrocinado pela Bebê Vida, que também mudou ao longo dos últimos 17 anos sem perder a essência e sempre para melhor. A marca acabou de repaginar a embalagem, mas continua com a mesma fórmula suave, que proporciona segurança aos pais e conforto para o bebê.

embalagem davene bebe vida rotulo

A Davene é uma empresa 100% brasileira e está no mercado há mais de 40 anos. Ela se preocupa com os produtos que oferece às nossas famílias e por isso todos eles:

  • São testados dermatologicamente
  • São livres de corantes
  • Possuem extrato natural de Aveia em sua fórmula (rico em vitaminas).
  • Possuem fragrância suave
  • Não são testados em animais!

Saiba mais sobre os produtos da Linha Infantil da Davene no site davene.com.br

Se você gostou, compartilha com as amigas para que elas saibam que podem trocar de roupa, de cabelo, de rótulo sempre que quiserem!

 

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade.
Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.