Olá mamães…

No post de hoje vamos esclarecer um assunto que preocupa a maioria de vocês: O crescimento das crianças depois do primeiro ano de vida. 

É muito comum ouvirmos nos consultórios queixas relativas ao apetite e crescimento das crianças e passado o primeiro ano a queixa é sempre a mesma: Porque depois que ele(a) fez um ano, parou de comer? É normal?

A resposta é simples e o profissional que acompanha seu bebe deve esclarecer e tranquilizar as duvidas da mãe, mas diante da pergunta e de um acompanhamento normal durante os 12 primeiros meses de vida do bebe, a resposta é: SIM!

O primeiro ano de vida dos bebes é quando ocorre o maior crescimento da criança.
Prova disso é que ao final dos 12 primeiros meses o crescimento expresso pelo peso chega a triplicar, representando a transição do bebe de colo para um bebe mais independente e gracioso com suas novas descobertas.

Atividades como engatinhar, ficar em pé, andar, bater palmas, comer sozinho pedaços de frutas representam a boa saúde e perfeito desenvolvimento nesse primeiro ano em crianças saudáveis.

A criança deve ser analisada de maneira global e por isso uma conversa franca com o pediatra irá esclarecer suas dúvidas e mostrar que é perfeitamente normal a diminuição do apetite do pequeno após o primeiro ano.

A partir de agora as atividades aprendidas serão apenas continuadas, não mais necessitando tanta energia para aprender e executar as primeiras descobertas.

Os fatores que influenciam a diminuição do apetite dos pequenos são a maior autonomia adquirida e as preferencias alimentares que começam a se manifestar de acordo com a exposição a novas situações e ambientes.

Após o primeiro ano de vida muitas crianças ingressam na escolinha e  passam a copiar os colegas, manifestando suas vontades com maior clareza sobre os alimentos.

Observar  a alimentação dos pais, cuidadores e outras pessoas de sua convivência é uma nova e atraente atividade e merece atenção. Afinal, as crianças fazem suas escolhas baseadas no que vêem e mostrar escolhas saudáveis é uma forma de incentivo a hábitos alimentares conscientes e uma forma de garantir a saúde dos pequenos.

Por isso mamães, não se descabelem com a recusa daquele “pratão” que eles comiam fácil até 1 aninho.
Seu pequeno esta passando por transformações positivas e essa diminuição de apetite faz parte do processo de autonomia e crescimento.

Em caso de dúvidas, estou a disposição!

Beijos…

Sobre Leticia Fadelli

Letícia Fadelli Pio Crepaldi é paulistana, tem 25 anos e é formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo desde 2009. Fez cursos na área de Educação Nutricional, Pediatria, elaboração de Cardapio, Assessoria e Consultoria em Escolas. Fez estágio no Banco de Leite Referência do Estado de São Paulo (Banco de Leite Humano Hospital e Maternidade Leonor Mendes de Barros), aperfeiçoando em processos de coleta manual e eletrica de leite humano, pasteurização, congelamento e manejo clínico de Aleitamento Materno. Depois de formada, trabalhou de 2011-2012 como Nutricionista da Merenda Escolar de SP, sendo responsável pela alimentação em 10 escolas e creches durante 1 ano na região Leste de SP. Atualmente mora no Japão.