maes blogueiras internet segura

Com tantas fofuras e gracinhas dos nossos filhos, fica difícil não publicar fotos deles em momentos e locais inadequados.

As mães super-babonas tendem a ser quem mais coloca em risco a segurança dos filhos, pela quantidade de informações que compartilha com amigos, familiares e colegas nas redes sociais. O problema é que na rede mundial de computadores você nunca sabe quem está do outro lado.

Dia 10 de fevereiro é comemorado o Dia da Internet Segura e a Milene do blog Diiirce teve a brilhante idéia na semana passada de reunir 23 mães blogueiras (que colocam ainda mais em risco a segurança da família pois geralmente falam sobre rotina, tem uma exposição frequente e tem perfil público) e fazer um amigo secreto (ou seria inimigo?), no qual teríamos que vasculhar a vida da ‘amiga’ e descobrir coisas que ela nem sabia que estavam na rede como: escola que o filho estuda, lugares de frequenta, fotos com partes do corpo desnudas, endereço de casa ou de familiares.

Mas porque isso é tão perigoso?

Um pedófilo por exemplo, adora ver fotos de crianças tomando banho. Mesmo que sejam bebês! São pessoas doentes que precisam de tratamento, mas você não gostaria que seu filho fosse vítima desse tipo de gente, certo?

E se alguém quiser te dar um susto ou fazer mal a sua família, aquela foto publicada do “dia da natação” (judô, ballet, ou qualquer atividade regular), com a marcação da localização da academia é um prato cheio para um sequestro (seja ele relâmpago ou não). O mesmo vale para fotos com uniforme da escola ou descrevendo a rotina da família.

Quem me acompanha há mais tempo deve lembrar que eu já fui vítima de uma super-exposição e fui até na Delegacia fazer um BO. Usaram uma foto minha amamentando a Clara e tirando leite (de um post sobre doação de leite materno, COM logo do blog na foto) e usaram em uma página de Doação de bebês no facebook. Isso é crime!

Temos que lembrar que TUDO o que publicamos na internet sai do nosso controle, pois pode ser copiado, alterado e usado contra nós, portanto temos que ter muito cuidado.

O que eu descobri?

“Stalkear” (vigiar os passos virtuais de uma pessoa) é viciante. Quando você começa a descobrir, vai buscando mais e mais coisas.

A minha amiga me deu um trabalhão! Ela não expõe a vida e rotina do filho. No perfil pessoal dela, consegui descobrir alguns lugares que ela frequenta e pratica aulas semanais, mas não encontrei NADA relacionado ao filho. Profissão do marido, empregador, tudo isso é bem fácil com o Google, LinkedIn, etc. Depois de descobrir o local da aula da minha amiga, fui atrás das datas de publicação e com isso descobri o dia da semana em que acontecia. Foi só entregar o meu relatório que fui dar mais uma vasculhada no perfil público e pimba: descobri a rua onde moram os pais dela e os do marido. Isso porque ela é super reservada com a rotina! Todo cuidado é pouco!!!

O que descobriram?

Por questões de segurança não vamos divulgar quem investigou quem, e nem o que foi descoberto de cada pessoa, mas foram descobertas: escolas que os filhos frequentam, endereço completo ou vizinhança, telefone, locais que mais frequenta, endereço dos pais.

Isso pode não depender exclusivamente de você. Alguns amigos marcam em publicações e pode conter fotos de uniforme e locais que seria melhor você não divulgar.

Com isso, preparamos algumas dicas para vocês se preservarem:

  • Não publiquem fotos com uniforme, nome da escola ou localização
  • Não permitam que amigos te marquem em publicações desse tipo
  • Não publique fotos com as crianças desnudas, em banho ou outra situação sem roupa
  • Não usem hashtags que facilite a busca dessas fotos: #banho #crianças #bebês #pelado # naescola ou qualquer coisa desse tipo
  • Não permitam que todos os aplicativos do celular tenham acesso a sua localização
  • Não divulguem a rotina da família
  • Não façam check-in em lugares rotineiros (e se quiser marcar um lugar que não vai frequentemente, publique a foto depois de sair)
  • Se certifique que o perfil do seu marido, mãe, irmã, familiares e amigos também não contém essas informações.

Facebook:

configurações de segurança e privacidade no facebook

  • Mantenha as Configurações de Privacidade do Facebook restrita a seus amigos e não aceite estranhos.
  • Não permita que as pessoas te marquem em publicações
  • Não permita que mecanismos de busca exibam o link do seu perfil

Instagram:

Para remover as fotos do seu mapa de fotos, você deve entrar no seu perfil, mapa de fotos, clicar nas fotos que deseja excluir (podem ser inúmeras. Eu deletei 700 localizações de uma vez e deixei uma para vocês verem), Editar.

As fotos de viagem que não oferecem risco eu deixei no mapa para facilitar minhas buscas, mas é importante que você exclua do mapa todos os lugares que frequenta e onde tira mais fotos (sua casa, casa dos avós, escola, etc).

Como excluir as fotos do mapa de fotos do instagram
Para que o instagram não volte a registrar as fotos ali, você deve NEGAR acesso a sua localização: (No iPhone: Ajustes>Instagram>Localização>Nunca)

instagram não permitir localização mapa de fotos

 

Blogs:

Não descrever a rotina da família com horários e dias da semana que tem atividades, bem como endereços de médicos, datas de futuros compromissos, período escolar, nome da professora do seu filho.

 

Confiram os posts das outras blogueiras:

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (5), Clara (3) e Alice (1). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.