2015 foi um ano e tanto. Muito trabalho, conquistas e o principal: o nascimento da terceirinha: Alice. 

Preparei uma lista dos posts mais lidos escritos em cada mês desse ano. (Clique na imagem correspondente para ir para o post e no mês para ver todos os posts do período.)

Em JANEIRO embarquei sozinha em uma viagem para os EUA com o coração na mão – logo depois de desmamar a Clara aos 2 anos – e o post mais lido do mês não poderia ser outro:

Captura de Tela 2015-01-11 às 22.27.45
E a mamãe viajou a trabalho

O segundo lugar também merece destaque:

A volta da chupeta depois de 5 meses e o desmame materno aos 2 anos
A volta da chupeta depois de 5 meses e o desmame materno aos 2 anos

Em FEVEREIRO o post mais lido foi um desabafo sobre como a maternidade é encarada por cada pessoa e cada família. Ela não pode ser um peso e cada um lida de uma forma diferente.

Os filhos não podem ser um peso. Por uma maternidade mais leve
Os filhos não podem ser um peso. Por uma maternidade mais leve

Ah!!! Esse post inclusive virou um capítulo do e-book que lançamos em maio (ver post).

Em MARÇO abri minha intimidade em um post sobre a libido na terceira gestação (e falei um pouco sobre as 3)! Tempos bons aqueles!!! rsrsrs

Um balanço das 3 gestações e a libido feminina
Um balanço das 3 gestações e a libido feminina

Em segundo e terceiro lugares, os posts: Como o marido encara a decisão pelo parto normal, natural ou humanizado e O que é importante registrar nos primeiros minutos de vida do bebê?

Em ABRIL o post mais acessado foi sobre o lançamento do Doona, um bebê conforto com rodinhas que facilita a vida de quem tem o hábito de sair do carro carregando o bebê no bebê-conforto no braço.

cadeirinha bebê-conforto com rodinhas Doona
Bebê-conforto com rodinhas ou seria carrinho-cadeirinha? Conheça o Doona

No post eu falava que era ideal pra mim e que compraria no mês seguinte, mas acabei não comprando e hoje já não vejo necessidade, já que os 4 primeiros meses da Alice sem a Clara estar na escola se passaram. Ela usa a Chicco NextFit desde que nasceu.

Em MAIO fiz um desabafo que foi lido por mais de 2500 pessoas. Conforme comecei a falar sobre parto normal e parto humanizado, vi que algumas pessoas ficavam incomodadas com o assunto e voltavam com o velho mimimi que não eram “menos mãe”. Escrevi sobre o motivo de falar tanto sobre parto e escolhas conscientes e porque ninguém precisa se sentir mal com o assunto.

Parto normal após cesárea VBAC
Não confundam alhos com bugalhos: via de parto não define a maternidade

Nesse mês também mostrei um vídeo dA bagunça do futuro quarto da Alice e Um pouco dos meus 30 anos.

Em JUNHO mostrei o projeto do quarto da Alice e a escolha do Azul com floral.

quarto-alice01
Projeto do quarto de bebê da Alice. Quarto azul para menina

Estávamos um pouco atrasados com os preparativos da chegada da Alice, porém tranquilos, até que encarei as 33 semanas com troca de médica e obra em casa e pra piorar chega o Ultimo mês de gestação e a carência da irmã começa a aflorar.

Em JULHO tudo aconteceu. A obra acabou, o quartinho ficou pronto, a equipe de parto estava definida e a Alice chegou em um parto rápido e planejado em casa. Pude compartilhar com mais de 8000 pessoas a diferença da recepção que ela teve em um parto humanizado (comparado aos meus partos hospitalares convencionais, uma cesárea e um normal).

19875061828_4561b24037_o
Alice nasceu! Entenda a diferença da recepção ao bebê em um nascimento com equipe de parto humanizado

Outros posts de sucesso do mês foram As curvas da gestação em um ensaio no Estúdio Raiô, Ensaio fotográfico de gestante e família com a Lu Schoti e Algumas coisas que você deve fazer antes do bebê nascer.

Em AGOSTO pude compartilhar meu relato de parto completo e detalhado com fotos incríveis da Lu Nascimento com muitas pessoas que puderam ver que um parto natural (e domiciliar) não é nenhum bicho de 7 cabeças e pode ser seguro em condições ideais e com equipe de parto experiente.

Bebê nascendo
Relato de parto natural humanizado (domiciliar) da Alice

Também contei Como começou meu trabalho de parto – pródromos e fase latente e como Começamos o desfralde da Clara.

Em SETEMBRO falei sobre como a nossa qualidade de vida melhorou depois de mudar para uma casa de condomínio no interior.

colhendo amoras qualidade de vida crianças
A qualidade de vida que eu não sabia que não tinha

Também mostrei como foi o O encontro da Bruna e Clara com a Alice e as Fotos de família estilo Conto de Fadas no Estúdio Lidi Lopez e desabafei: Você já sentiu raiva do seu filho?

Em OUTUBRO os três posts mais acessados foram sobre a preparação do períneo para o parto normal (parte I e parte II) e os procedimentos que aumentam a chance de laceração.

posturas_parto_litotomia
Procedimentos que aumentam a chance de laceração do períneo no parto

 

Em NOVEMBRO dividi com vocês e vídeo do nascimento da Alice e no meu Parto Natural Humanizado. Foi incrível.

19440489984_72de562d69_o
Enfim o filme do nascimento da Alice e do meu parto natural humanizado

Outro post foi Porque não furar a orelha do bebê… e porque eu esperei 4 meses pra furar a da Alice.

Em DEZEMBRO contei como foi nossa viagem com a pequena Alice. É bem mais tranquilo viajar com o bebê em aleitamento materno exclusivo!

necessaire com alça para pendurar
Viagem Internacional com bebê menor de 6 meses

Não poderia deixar de agradecer a cada um de vocês por estarem sempre aqui acompanhando e compartilhando experiências comigo e aos parceiros que tive nesse ano de 2015 como Huggies, Johnson’s Baby, Itau, Maple Bear, Disney, Sorine, Dose D, Samsung, Bayer, Ana Giovana, entre outros. <3 Obrigada, obrigada por confiarem no meu trabalho que é feito com muito carinho, cuidado e responsabilidade.

Que 2016 seja um ano muitoooo mais produtivo, afinal, gravidez e pós-parto dão muito assunto mas os hormônios e preocupações não colaboram tanto com a produtividade (néam?)! Rss Tem assunto aqui pra dar e vender.

Bjosssss

Veja também:

Retrospectiva 2012 – Top 10 posts do ano!

TOP Posts de cada mês de 2013

Top post de 2014: Festa de 1 ano em casa: Jardim Encantado

Aninha

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade.
Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.