Cada fase do bebê exige um tipo de cuidado.

2 a 4 meses

Quando ele começa a rolar precisamos colocá-lo para dormir em segurança no berço ou em uma superfície baixa, então aquele cantinho forrado no sofá, o carrinho sem cinto ou a cama não são mais indicados.

5 a 10 meses 

O tapete infantil entra em ação e começa a ser muito útil quando o bebê começa a sentar. Os tombos são frequentes e o ideal é ter uma superfície macia que amortize os pequenos tombos, e várias almofadas ou travesseiros ao redor, mantendo o bebê longe de quinas de sofá e mesas de centro.

O bebê começa a se arrastar e treinar a engatinhar e precisamos nos preocupar com o que ele consegue alcançar e, se oferecer perigo, tirar momentaneamente de circulação. Também é indicado colocar grades e portões nos acessos à escadas e cozinha.

Quando temos mais de uma criança em casa o cuidado precisa ser redobrado com pequenos brinquedos, objetos e lápis espalhados, pois o bebê põe tudo na boca.

11 a 14 meses

Geralmente nessa fase o bebê começou a andar e precisamos tomar cuidado com toalhas e coisas que o bebê pode puxar pra cima de si, inclusive televisões, vasos e objetos que estejam ao seu alcance.

Adaptações na minha casa

Algumas pessoas são contra modificar a casa em função das crianças, mas acredito que pequenas adaptações são necessárias.

Aqui em casa a mesa de centro foi “descentralizada” para ter espaço para o tapete infantil, que só é colocado no chão durante a brincadeira. Assim ele se mantém limpo.

sala com bebe

O tapete fica enrolado atrás da televisão e é colocado quando vai ser usado. Também temos no canto da sala uma cadeirinha de balanço que as meninas usavam a partir de uns 3 meses.

tapete infantil sala enrolado

Já se o tapete da sala for muito molinho, o bebê pode tropeçar, então quanto mais livre e sem móveis, melhor.

Tem algumas dicas para ter uma sala adaptada e organizada para a família conviver em harmonia e segurança no site da WestWing! Confiram clicando na imagem abaixo:

armário-para-brinquedos

 

Bjossss

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.