5 comments

Esse post é para você mãe (ok, Pai, avó, madrinha, tia, babá também) que passa dias e noites em claro preocupada com o filho(a) que está com febre.

Esse foi um pedido da Carol Vital (@Cavital), que passou o final de semana medindo a febre da pequena, e isso não é nada fácil! Carol, seus problemas acabaram! rsrsrs

O termômetro é um item de série em qualquer casa, certo? Apesar disso saiba como ele pode ser um acessório e tanto!!
 Antes de ter a Bruna, sabia que existiam 2 tipos: analógico (com mercúrio) e digital. Bom, depois de me tornar mãe descobri que o termômetro vai muito além disso.

O termômetro digital pode ser:

  • Tradicional, porém flexível;
    Mais confortável que o tradicional. A partir de 5 dólares dos EUA e de 12 a 30 Reais no Brasil (PharmaDelivery).

5042858372

  • Chupeta;
    Nunca testei, mas pelo o que tudo indica é a forma mais prática. Custa de 8 a 13 dólares na Babies’R’Us e de 14 a 25 Reais no Brasil. A mais barata (da Baby Temp) encontrei na PharmaDelivery, mas a da Baby Confort me passou mais confiança quanto à qualidade e o bico ser ortodôntico, na Fibra Cirúrgica (AMEI OS PREÇOS!)
  • Por infravermelho: ouvido, testa, têmpora.
    Super prático! Em 6 segundos ou menos mede a temperatura e possui aviso sonoro. Basta aproximar e apontar para a criança no caso da testa ou têmpora (ou colocar dentro do ouvido, para os desse tipo) e apertar um botão. Ótima opção para verificar a temperatura sem “sofrimento”. O preço varia muito com modelo e marca. Custa de 20 a 40 Dólares nos EUA (CVS) e no Brasil de 120 a 280 Reais no Submarino.

    

 

O Tri-Scan mede em 1 segundo e pode ser usado para temperatura corporal, de comida ou água do banho. Custa 22 dólares na Amazon. Minha prima Ru tem o da Kidz Med; custa 35 dólares em média, e pode ser usado até para medir a temperatura ambiente (quarto, banheira, comida, fórmula, bebê).

  • Termômetro com sensor (numa pulseira) e monitoramento remoto via wireless

A melhor opção para acompanhar um quadro febril, principalmente na hora de dormir. Na Amazon custa US$15,99 o “genérico” da CVS e  US$35,99 o da LifeLabs.


Esse termômetro com monitoramento via wireless é muito legal. Eu tenho um da LifeLabs. Ele possui um transmissor (tipo um bracelete ajustável com velcro) que é colocado no braço da criança, com o sensor sob a axila; e um receptor, sem fio. A temperatura mínima e máxima são ajustáveis, e atingindo esse valor, soa um aviso sonoro no receptor, que pode ficar até a 20 metros do transmissor.(Usei umas 2 ou 3 vezes com a Bruna… aquela neurose de mãe de primeira viagem, sabe?! Não tenho usado mais.)

Depois que tive a Clara, descobri mais um tipo, a tira de testa:

  • Tira de Testa (Forehead Thermometer Strips)

Essas tiras e adesivos são colocados na testa e indicam a temperatura corporal. Algumas são colocadas somente na hora da medição e retiradas; outros, são adesivos que podem ficar até 48h no bebê e indicam a temperatura (Normal, 99, 101, 103 e 105 graus F. Aprox. 4 medições de 37 a 40,5 °C) Achei o máximo!!!

Imagens: Amazon

Bom, com excessão da chupeta e da tirinha, já usei todos os tipos (ouvido, testa, flexível, wireless), mas os que têm leitura por infravermelho variam muito a cada leitura. Antes de medicar prefiro os tradicionais, de mercúrio ou digital, de colocar sob o braço pois têm leitura mais precisa.

OBS: Quando forem comprar nos EUA, certifiquem-se que tem como selecionar °F e °C. 

Bjossss

Post escrito em nov/2011 e revisado em março de 2013.

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.